Chico Buarque Desalento

As luzes da cidade acesa
Clareando a foto sobre a mesa
E eu comigo aqui trancado
Nesse apartamento
Olhando o brilho dos faróis
Eu me pego a pensar em nós
Voando na velocidade do meu pensamento
E saio a te procurar
Nas esquinas, em qualquer lugar
E às vezes chego a te encontrar
Num gole de cerveja
E quando vem a lucidez
Estou sozinho outra vez
E então eu volto a conversar
Com minha tristeza
Vou chorar
Desculpe, mas eu vou chorar
Não ligue se eu não te ligar
Faz parte dessa solidão